13 de outubro de 2020

Alteração do Perfil de Investimento – Plano CD Néos

A partir de agora, Participantes do Plano CD Néos já podem realizar escolha pelos Perfis de Investimento. A alteração pode ser feita a qualquer momento, respeitando o intervalo de 06 (seis) meses entre as alterações. Após a opção, o novo perfil só passará a vigorar a partir do dia 10 (dez) do mês subsequente ao […]

A partir de agora, Participantes do Plano CD Néos já podem realizar escolha pelos Perfis de Investimento. A alteração pode ser feita a qualquer momento, respeitando o intervalo de 06 (seis) meses entre as alterações. Após a opção, o novo perfil só passará a vigorar a partir do dia 10 (dez) do mês subsequente ao do recebimento da alteração pela Néos.

A decisão por um dos perfis deve ser pessoal, devendo avaliar se está disposto a correr mais ou menos riscos de investimentos e quantos anos faltam para sua aposentadoria. Lembrando sempre que sua escolha impactará na formação do seu patrimônio.

Para realizar a alteração o participante deve clicar em perfil de investimento, alteração de perfil e registra a solicitação. Após a modificação, a movimentação só irá vigorar no mês subsequente ao da solicitação.


Conheça os perfis de investimentos

Super Conservador: é composto por ativos com baixo risco com foco na preservação de capital. É recomendado para os participantes que possuem aversão a riscos e que estejam próximos à aposentadoria ou já em recebimento de benefício.

Conservador: sua composição apresenta um grau de risco um pouco superior ao Superconservador. O foco é a preservação de capital, porém com uma relação risco x retorno entre superconservador e moderado. Tem 90% de seus recursos alocada em ativos defensivos, tais como: renda fixa, renda fixa no exterior, multimercados com baixa volatilidade. E os 10% restantes alocados em ativos dinâmicos, tais como: FIP, imobiliários, multimercado estruturados, renda variável local e no exterior. Recomendado para aqueles participantes que aceitam correr um pouco mais de risco para ter um retorno melhor que o taxa de juros livre de risco ou/e que estão se aproximando da idade para se aposentar.

Moderado: sua composição apresenta uma relação risco x retorno moderada. O foco é preservação e acumulação de capital. Tem 70% de seus recursos alocada em ativos defensivos, tais como: renda fixa, renda fixa no exterior, multimercados com baixa volatilidade. E os 30% restantes alocados em ativos dinâmicos, tais como: FIP, imobiliários, multimercado estruturados, renda variável local e no exterior. Recomendado para aqueles participantes ou assistido que aceitam correr mais de risco para ter um retorno melhor que o taxa de juros livre de risco.

Agressivo: sua composição apresenta uma relação risco x retorno mais arrojada. O foco é a acumulação de capital. Tem 50% de seus recursos alocada em ativos defensivos, tais como: renda fixa, renda fixa no exterior, multimercados com baixa volatilidade. E os 50% restantes alocados em ativos dinâmicos, tais como: FIP, imobiliários, multimercado estruturados, renda variável local e no exterior. Recomendado para aqueles participantes ou assistidos que são tolerantes ao risco e aceitam correr risco em busca de maiores retornos.

Ciclo de Vida: este perfil é composto pelos quatro perfis anteriores, porém a mudança do perfil fica condicionada a Fase de vida do participante, ou seja, conforme a idade do participante será definido o perfil de investimentos mais adequado de acordo com o ciclo de vida. Cabe ressaltar que o participante que optar por este perfil autoriza a Entidade a ajustar o seu perfil de acordo com a sua idade e ciclo de vida sem a necessidade do mesmo realizar a opção do perfil de investimentos.

Para o Ciclo de Vida foram estabelecidas três fases: Acumulação, Consolidação e Proteção de Capital.

Acumulação: é o estágio inicial da formação do patrimônio. Nesta fase, estima-se que o participante ainda não tem uma poupança formada ou esta ainda é muito modesta. Tende a ter uma tolerância ao risco maior e um horizonte de tempo mais longo. O fato de ter um horizonte de tempo maior, permite diluir as oscilações de curto prazo ao longo do tempo.

Consolidação: nesta fase da vida estima-se o participante já possui um volume considerável de investimentos. Porém ainda não conseguiu atingir seu objetivo de formação de patrimônio. Apesar disto, sua tolerância ao risco é menor, mas o seu horizonte de investimento ainda é relativamente longo.

Proteção de Capital: nesta fase da vida estima-se que o investidor atingiu seu objetivo patrimonial, o que, de modo geral, requer uma postura mais conservadora objetivando proteção do capital.

A opção pelo Perfil de Investimento deve ser realizada através da Área do Participante no site.


Acessar Área do Participante

Notícias relacionadas



Linkedin


Facebook


Instagram

-->